Walter Fernandes de Sena

Cap07-172

Eu gosto mais de fazer rosto embutido dentro do recorte da madeira. Faço também um tipo de máscara africana: um pássaro ou um morcego. Nessa eu já fiz várias modificações. Antes era muito trabalhosa e gastava muita madeira. Eu passava o dia todo para fazer uma. Aí fui mudando e executando outros tipos. Um dia, eu tinha um pedaço de madeira e queria ver se conseguia fazer um busto parecido assim com Getúlio, de imaginação, porque nem retrato dele eu tenho. Comecei a cortar e tal, mas depois uma costeleta ficou mais baixa e outra mais alta; aí parei. Nunca mais peguei. Uma hora dessas vou pegar outro pedaço de pau e tentar de novo. Tenho que pensar e tentar até conseguir. O objetivo da arte é esse mesmo. Então eu acho que é o único objetivo, porque o sujeito nunca termina de aprender. Ele morre e nunca aprende. Sempre de um dia para o outro se tem uma ideia nova. Eu nem sempre tenho tempo para inventar um novo tipo pra fazer porque minha luta é grande aqui dentro e tenho família. Às vezes trabalho até dez horas da noite.

Localização

Bahia, Salvador

Endereço

Salvador, Bahia

Livros

O Reinado da Lua