João do Gado (João Bezerra dos Santos)

Cap09-210

Desde sete anos que eu espiava pro oratório de meu avô e fazia minhas figurinhas. Esse avô foi o pai que conheci. Ele fez tudo pra eu aprender outra arte: nem flandeiro, nem pintor de casa, nem marceneiro eu quis ser. Durante uns tempos fiquei fazendo passadeira de engenho, mas sofria muito. Eu amava o roçado, mas o que eu abracei com mais gosto e adoro é essa minha arte. E assim fui aperfeiçoando… Quem via gostava e pedia pra comprar. (…) Eu faço trabalho de encarnação pro pessoal daqui, que é como eu: gosta dos santos assim, pintados. Mas todas as minhas encomendas pra João Pessoa, Recife, Bahia, são todas na madeira natural. O pessoal de Pilões aprecia meu trabalho, mas ninguém pode comprar – é tudo pobrezinho. Quando arranja um dinheirinho é pra comprar fava.

Localização

Paraíba, Pilões de Dentro

Endereço

Pilões de Dentro, Paraíba

Livros

O Reinado da Lua