João Batista dos Santos

Cap07-165

Aí comecei a olhar, até que consegui fazer. Daí em diante, tudo que aparecia eu ia fazendo. Agora eu não preciso mais da revista. Hoje em dia faço caçador, Preto Velho, de qualquer tamanho, pescador, máscaras, índio, baiana… Mas o que eu mais gosto mesmo é do trabalho: meu negócio é trabalhar! Acho bom porque trabalho quando quero. Acho também que as peças dos outros presos são todas boas, porque o camarada trabalha quanto eu trabalho. Então eu não posso dizer que a minha é boa e a do meu companheiro é ruim. Tem que ser tudo igual. Quando eu sair, se Deus permitir, vou continuar na mesma profissão.

Localização

Bahia, Salvador

Endereço

Salvador, Bahia

Livros

O Reinado da Lua