Jaciara (Givaldo Cardoso)

Cap07-161

A arte e como um quebra-cabeça. Da primeira vez passei duas semanas pensando como fazer. Eu pego uma madeira só e vou soltando. Seria muito mais difícil pegar duas madeiras soltas e depois querer encaixar. Já bolei uma peça seguindo a evolução da juventude. Já li alguma coisa e faço coisas modernas. Eu faço também peças mais comuns, como figa, Preto Velho, cinzeiro – mas não é minha especialidade. Não gosto e não faço cópia. Gosto de transformar, de criar. Quando vou fazer, quero sempre uma coisa nova, um tipo primitivo.

Na arte eu me encontro. Esse meu trabalho também me distrai. Essa peça, composta das figuras que se soltam, é capaz de realizar doze posições diferentes porque uma peça sai da outra. Aí, dá pra se divertir com os colegas. Arte, trocado e divertimento.

Localização

Bahia, Salvador

Endereço

Salvador, Bahia

Livros

O Reinado da Lua