Bolão (Valdemir Cardoso do Nascimento)

Cap05-121

Quando eu tinha dezesseis anos, quebrei o braço e fui pra casa de meu tio, o Maluco – irmão de minha mãe –, e lá comecei a fazer. Ele nem estava em casa. Antes eu era gaioleiro, trabalhava com arame e contas, e também fui marceneiro, que era o ofício de meu pai. A arte não é problema de possibilidade, é problema de gosto. Dê ou não dê, vou continuar fazendo, aqui ou em outro lugar! A arte dá liberdade. A gente adquire uma disciplina sem ninguém impor isso à gente.

Localização

Bahia, Cachoeira

Endereço

Cachoeira, Bahia

Livros

O Reinado da Lua